Pensamentos aleatórios

21 de julho de 2016

Eleitor Fantasma?


Quando a gente pensa que já viu de tudo...

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da 8ª Zona, após requerimento feito pela Promotoria Eleitoral do Ministério Público de Catalão, está promovendo conferencias em transferências de títulos para os municípios de Davinópolis, Ouvidor e Três Ranchos.

O processo de conferência já está em fase final, sendo que já publicado o edital para que os eleitores que estão sob judice comparecessem ao Cartório Eleitoral para apresentarem as suas documentações, o processo já foi arremetido novamente para o Ministério Público para que o órgão possa se manifestar e o último passo será a decisão do Juiz Eleitoral, Dr. Marcus Vinícius Ayres Barreto. Os eleitores que não comprovarem sua documentação junto à Justiça Eleitoral poderão ter seus títulos cancelados e ficarem impossibilitados de participar das eleições deste ano.

Uma medida acertada, pois o que veio de gente em ônibus fretados oriundos de Goiânia, Minas Gerais e Brasília para se cadastrar como eleitor nessas cidades não foi brincadeira, tanto que o Ministério Público teve que apurar as denúncias recebidas, o que poderá resultar no fim de vários eleitores fantasmas que podem desequilibrar o pleito eleitoral, especialmente na eleição para vereador.

Compartilhe:

Governo Marconi tenta esconder, mas a violência está aumentando em Goiás


O Sindicado dos Policiais Civis de Goiás (Sinpol-GO) continua lançando luz sobre a violência epidêmica que atinge Goiás. Segundo o sindicato, ao contrário do que mostra o governo de Goiás em suas propagandas, a violência no Estado continua crescendo. O cidadão assiste à violência na sua rua e até mesmo policiais e seus familiares têm sido vítimas da insegurança.

Dados coletados pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO) dentro do próprio sistema de inforamções da Secretaria de Segurança Pública apontam que ocorreram 415 furtos qualificados nos três primeiros meses do ano passado. Neste ano, foram registrados 418 crimes do tipo no mesmo período. Além disso, há registro de 189 roubos em 2015, contra 374 nos primeiros meses de 2016. A quantidade de homicídios também já cresceu no período analisado, de 146 em 2015 para 155 neste ano.

O aumento da violência em Goiás deve-se principalmente à falta de investimento em equipamentos, infraestrutura e servidores qualificados para exercerem função dentro da Polícia Civil. Exemplo disso, é a criação do cargo de policial civil substituto, com salário de apenas R$ 1,5 mil, o profissional da categoria mais desvalorizado do País.

Fotos feitas pelos próprios policias em delegacias localizadas na capital e no interior de Goiás mostram estruturas sucateadas, pátio com mato alto, veículos estragados e falta de espaço para documentos, por exemplo. Tudo isso reflete na qualidade do serviço prestado à população.

Confira o novo vídeo da campanha e participe dessa luta por um Estado de Goiás mais seguro: 


Compartilhe:

20 de julho de 2016

Falta Deus ou falta humanidade?

Tá faltando Deus em Catalão?

A semana passada começou com o assassinato de um rapaz de 20 anos, vítima de tiros disparados em uma praça pública lotada de pessoas; na quarta-feira um portador de deficiência mental é atropelado quando atravessava a faixa de pedestres em uma das principais avenidas da cidade, o condutor sequer diminui a velocidade do carro e evade-se do local sem prestar socorro ou mesmo se preocupar se o atropelado estava machucado, vivo ou morto; na quinta-feira foi desvendado o desaparecimento de um pedreiro que estava sumido desde a semana passada: duas molecas (uma de 17 e outra de 18 anos) confessaram que o assassinaram por meio de asfixia, ocultaram o cadáver e roubaram seu carro, e tudo porque se "desesperaram" por não ter o dinheiro para pagar uma dívida de 460 reais com o pedreiro.

A vida tem um valor inestimável, mas as últimas ocorrências em Catalão nos levam a pensar o contrário: o rapaz foi morto por ciúmes do atual namorado da ex-namorada dele, que não suportou ficar no mesmo local e achou que isso seria resolvido com a morte do ex; o motorista evadiu-se do local e até o momento não se apresentou como autor do atropelamento, nem mesmo após tomar conhecimento da comoção com o ocorrido e da possibilidade de morte do atropelado (o que acabou acontecendo), num completo desprezo pela vida; e as duas molecas acharam mais fácil matar o pedreiro do que NÃO PAGAR uma dívida...

É falta de Deus?

Não! É falta de humanidade mesmo, de se colocar no local do outro, de se indignar com esse tipo de ocorrência, de não achar normal um rapaz de 20 anos ser assassinado, de se revoltar com o atropelamento de uma pessoa na faixa de pedestre, de questionar quando duas molecas acham que tirar uma vida é melhor do que o constrangimento de admitir não ter o dinheiro para pagar uma dívida em vez de discutir a orientação sexual delas.

É preciso ser mais humano...

Compartilhe:

Não faz birra, menino!!!


Compartilhe:

19 de julho de 2016

E o WhatsApp voltou...


Tá desse jeito...

Compartilhe:

Escola sem partido?!

Como pensa o defensor do "Escola Sem Partido":

1) Rezar o Pai Nosso antes de começar as aulas é OK; defender educação laica é "doutrinação ateísta";



2) O aluno ostentar tênis, mochilas e roupas caras na escola é OK; problematizar a sociedade de consumo e a desigualdade social é "doutrinação comunista";

3) O menino fazer piadinhas com o outro porque é "afeminado" é OK; trabalhar conceitos éticos ligados à diversidade sexual e o problema do bullying é "doutrinação gaysista";

4) A menina ser repreendida na escola por sentar de perna aberta ou usar roupas consideradas muito curtas é OK; pensar o "recato" como aspecto de uma cultura patriarcal é "doutrinação feminista";

5) Viver os valores hegemônicos da cultura local é OK; questionar a sua validade universal é "doutrinação ideológica";

6) O menino negro ser excluído da turminha é OK; identificar o racismo e explicá-lo historicamente é crime de "doutrinação racista contra branco";

7) Chamar Oxum, Oxossi, Iemanjá e outros orixás de demônios é OK; promover estudos a respeito da diversidade religiosa na escola é "doutrinação satanista";

8) Defender porte de armas e pena de morte é OK; falar de cultura de paz, tolerância e direitos humanos é "doutrinação esquerdista";

9) O menino adolescente assistir pornografia na Internet é OK, coisa da idade mesmo; conversar sobre sexualidade humana e ética sexual na escola é "doutrinação pornográfica";

10) Cantar o hino nacional, cultuar Tiradentes e Dom Pedro II é OK; estudar história considerando os conflitos sociais é "doutrinação marxista".

Se não está convencido veja a opinião do filósofo Leandro Karnal, que em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, afirmou que "esta história de escola sem partido é uma asneira sem tamanho".


O Senado abriu uma consulta pública sobre o projeto, participe!!!

Compartilhe:

15 de julho de 2016

Amanhã tem eleição na ASPDEC


Amanhã tem eleição para a diretoria da Associação das Pessoas com Deficiência de Catalão (ASPDEC) e podem votar associados e sócios fundadores da associação.

A ASPDEC tem como finalidade dar apoio às pessoas portadoras de deficiência e às suas famílias junto aos órgãos competentes, visando uma melhoria da qualidade de vida e a sua inclusão social, por isso a importância de ter pessoas verdadeiramente comprometidas com essa causa e que não usem a associação para promoção pessoal ou de algum grupo político.

Por isso, declaro aqui no blog meu apoio à chapa 1: Todos juntos por uma ASPDEC forte!!!!

A chapa tem a seguinte composição:

Conselho de Administração
Presidente: Whender de Queiroz Amorim
Tesoureira: Edilene Rodrigues da Luz
Secretária: Lílian Pereira Alves Lopes
1º Suplente: Mônica da Silva Sousa
2º Suplente: Viviane Pereira da Silva 

Conselho Fiscal
Titular: Fausto Pontes de Almeida
1º Suplente: Juvenil Antônio da Silva
2º Suplente: Nivalda Maria de Melo
3º Suplente: Vera Lúcia Rodrigues da Mesquita

A votação será de 10:30h as 16:00h na sede da ASPDEC na rua José Mathias da Silveira, nº 131, bairro Nossa Senhora de Fátima.

Vamos lá votar gente: Todos juntos por uma ASPDEC forte!!!!

Compartilhe: